sábado, 2 de julho de 2011

(( Simulacros ))

The Allegory of Simulation, Lorenzo Lippi, 1640


Se há de ver-vos quem há de retratar-vos
E é forçoso cegar quem chega a ver-vos,
Sem agravar meus olhos, e ofender-vos,
Não há de ser possível copiar-vos.

Com neve, e rosas quis assemelhar-vos,
Mas fora honrar as flores, e abater-vos;
Dois zéfiros por olhos quis fazer-vos;
Mas quando sonham eles de imitar-vos?

Vendo que a impossíveis me aparelho,
Desconfiei da minha tinta imprópria,
E a obra encomendei a vosso espelho.

Porque nele com luz, e cor mais própria
Sereis, se não me engano o meu conselho,
Pintor, pintura, original, e cópia.

Gregório de Matos.


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails